Notícias

Sesap trata da Regionalização da Saúde com municípios da 3ª Região

A gestão da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) segue com o projeto de Regionalização da Saúde Pública do Rio Grande do Norte e, dando continuidade aos acertos com os municípios, ocorreu nesta segunda-feira, 15, no auditório da Federação dos Municípios (FEMURN), mais um encontro com os prefeitos da 3ª Região de Saúde, que inclui João Câmara e mais 24 municípios. Participaram do encontro o secretário estadual de saúde, Cipriano Maia, além do secretário adjunto da pasta, Petrônio Spinelli.

As reuniões vêm acontecendo com o objetivo de alcançar um novo desenho para a atuação das redes de assistência à saúde, com vistas a melhorar a qualidade dos atendimentos no interior do estado e desafogar as unidades da capital. As principais discussões foram voltadas às áreas de obstetrícia, urgência e emergência e cirurgias eletivas.

“Precisamos utilizar o potencial que temos com os recursos que temos disponíveis e atendendo às necessidades das Regiões. Já temos estudos técnicos e muitas discussões em torno do que existe de capacidade instalada nos municípios”, explicou o secretário, Cipriano Maia. 

De acordo com o secretário adjunto, Petrônio Spinelli, a Sesap está em fase de levantar os potenciais de cada município e as viabilidades para que os serviços atuem em rede. “Estamos construindo a resolutividade regional, uma necessidade da nossa população, com propostas que tenham sustentabilidade financeira e muita transparência. Precisamos de um sistema regulador que determine o acesso aos serviços de saúde e que acima de tudo tenha para onde regular”, disse.

A subcoordenadora de hospitais da Sesap, Renata Silva, fez uma explanação técnica do desenho da oferta dos serviços. “Um dos objetivos é a implantação do acesso às urgências da obstetrícia pra que os atendimentos sejam feitos dentro da região. Estamos tendo conversas com todos os municípios para definir os pontos de atenção de forma a atender os anseios de cada Região”, explicou.

Após a explanação o espaço foi aberto para que os gestores municipais apresentassem suas avaliações. As reuniões e negociações devem seguir adiante até que as pactuações sejam concretizadas.

Informações e fotos: SESAP-RN